Cursos Online

Como manipular um suplemento nutricional?

Sinergismos e incompatibilidades nas formulações magistrais: vitaminas e minerais.

5 módulos / 16 horas

Justificativa:

A deficiência de vitaminas e minerais é muito comum por diversos fatores como a má qualidade da alimentação, demanda aumentada devido ao estresse, exercício físico, presença de patologias ou mesmo uso de medicamentos que prejudicam a absorção ou aumentam a eliminação de muitos micronutrientes.

O uso de suplementos comercialmente disponíveis contendo todos os micronutrientes que precisamos e na dose certa é uma proposta comercial atrativa, porém ilusória. Apesar de ser possível colocar todas as vitaminas e minerais em um único comprimido, sua presença no rótulo não é sinônimo de biodisponibilidade. Estudos mostram que muitos minerais presentes em suplementos prontos nem sequer são absorvidos, devido à sua forma química (normalmente na forma de um sal inorgânico que é a forma mais barata e que ocupa menor volume).

Objetivos:

O objetivo deste curso é revisar o papel metabólico de cada micronutriente, quais são as principais causas de deficiência, sinais e sintomas de deficiência, avaliação laboratorial e principalmente, como elaborar um suplemento manipulado considerando a biodisponibilidade de cada forma química, as interações entre os micronutrientes e as necessidades nutricionais de cada paciente.

Aulas e metodologia:

Para cada micronutriente, serão gravadas pelo menos duas aulas (as aulas teóricas podem ser divididas em vários vídeos para não ultrapassar o tempo máximo de 20min):

1) Embasamento teórico: explicação da função de cada micronutriente, causas de deficiência e sinais e sintomas (vídeos com duração de no máximo 20min)

2) Aula prática: como suplementar, formas químicas, biodisponibilidade e associações possíveis (vídeos mais curtos com duração de no máximo 10min)

Público alvo:
Principalmente nutricionistas, médicos, farmacêuticos e estudantes.

 

O QUE O ALUNO RECEBE COM O CURSO?

– Acesso irrestrito às aulas online gravadas durante 1 ano após o término do curso

– Espaço exclusivo para tirar dúvidas – online

– Artigos enviados semanalmente e vídeos extras com respostas às principais dúvidas

– Material completo do curso em pdf

– Planilha em excel com todos os nutrientes, RDA, AI, UL, formas químicas e doses de suplementação

– Certificado de 16 horas

 

As datas abaixo correspondem à data na qual a aulas gravadas e o material teórico será liberado, mas as aulas permanecerão na plataforma e podem ser acessadas por mais 1 ano após o término do curso (até 19/12/2020)

 

Módulo 1:  conceitos básicos para a manipulação de um suplemento nutricional – 4 de julho de 2019

– O que são EAR, RDA, AI e UL e como o nutricionista deve usar estes parâmetros para orientar sua conduta de suplementação?

– Por que a maioria dos suplementos prontos têm biodisponibilidade baixa?

– Quais são as vantagens e desvantagens das principais formas farmacêuticas disponíveis para a manipulação?

– Tipos de cápsulas e como escolher a melhor cápsula para cada suplemento

– Interações negativas: por que nunca devemos suplementar o Fe (ou outros metais de transição) junto com a vitamina C?


Módulo 2: Vitamina hidrossolúveis

A aula teórica de todas as vitaminas e minerais abordará os seguintes tópicos:

– Principais funções

– Alimentos fonte

– Recomendações nutricionais RDA, AI e UL

– Causas e principais sinais e sintomas de deficiência

– Avaliação laboratorial do estado nutricional

– Interações outros nutrientes e com medicamentos

Abaixo estão especificados os tópicos que serão abordados nas aulas práticas sobre suplementação:

– Vitamina C – 11 de julho

– Ácido ascórbico

– Ácido ascórbico com bioflavonóides

– Éster C

– Vitamina C revestida

– Suplementação de vit C x intoxicação por chumbo

– Suplementação de vitC x aterosclerose – qual o papel da genética?

– Contraindicações: suplementação de vitC x atividade física

– Tiamina (B1) – 18 de julho

– Cloridrato de tiamina e benfotiamina – biodisponibilidade e doses

– Suplementação x produtos de glicação avançada (AGEs) – hemoglobina glicada e frutosamina

– Riboflavina (B2) – 25 de julho

– Suplementação de riboflavina – doses e contraindicações

– Niacina (B3) – 01 de agosto

– Ácido nicotínico

– Nicotinamida

– Hexacianato de inositol

– Ácido pantotênico (B5) – 08 de agosto

– Pantotenato de Ca: doses e associações

– Piridoxina (B6) – 15 de agosto

– Piridoxina

– Piridoxal-fosfato: por que não é vantajoso suplementar a forma ativa?

– Piridoxina x síndrome pré-menstrual

– Ácido fólico (B9) – 22 de agosto

– Ácido fólico

– Ácido folínico

– Metil-tetrahidrofolato

– Por que não devemos suplementar mais que 200mcg de ácido fólico por dose?

– Polimorfismos da MTHFR e forma química da suplementação

– Cobalamina (B12) – 29 de agosto

– Metilcobalamina

– Hidroxicobalamina

– Adenosilcobalamina

– Cianocobalamina

– Via oral x sublingual


Módulo 3: Vitamina lipossolúveis

– Vitamina A – 05 de setembro

– Acetato de retinol

– Palmitato de retinol

– β-caroteno

– Vitamina A x obesidade

– Vitamina D – 12 de setembro

– Ergocalciferol

– Colecalciferol

– Vitamina D x FTO

– Vitamina E – 19 de setembro

– Alfa-tocoferol: por que não suplementar esta forma?

– Mix de tocoferóis e tocotrienóis

– Vitamina E x resposta adaptativa no exercício de endurance

– Vitamina K – 26 de setembro

– Filoquinona

– MK-1

– MK-7

– Doses e interação com anticoagulantes orais


Módulo 4: Minerais

– Ferro – 03 de outubro

– Sais ferrosos: sulfato ferroso, fumarato ferroso, gliconato ferroso e ferrocarbonila

– Ferro aminoquelado: bisglicinato

– Ferro polimaltosado

– Ferro lipossomal

– Custo, biodisponibilidade, eficácia e efeitos colaterais

– Cálcio – 10 de outubro

– Carbonato de Ca

– Citrato de Ca

– Cálcio dimalato

– Cálcio quelato

– Associações com Ca para diminuir o risco de calcificação vascular e melhorar absorção e metabolismo ósseo

– Magnésio – 17 de outubro

– Óxido de Mg

– Cloreto de Mg

– Magnésio citrato

– Magnésio quelato

– Biodisponibilidade e custo x benefício das formas inorgânica e orgânica

– Zinco – 24 de outubro

– Sulfato de Zn

– Zinco quelato

– Biodisponibilidade e custo x benefício das formas inorgânica e orgânica

– Cobre – 31 de outubro

– Óxido cúprico

– Gliconato de Cu

– Sulfato de Cu

– Cobre bisglicinato

– Cromo – 08 de novembro

– Cloreto de Cr

– Picolinato de Cr

– Cromo quelato

– Cromo x resistência à insulina e composição corporal – quando suplementar é benéfico e quando é prejudicial

– Iodo – 15 de novembro

– Iodeto de K

– Iodo quelato

– Efeitos benéficos x toxicidade

– Manganês – 22 de novembro

– Manganês quelado

– Interação com Ca, Mg e Fe

– Toxicidade

– Potássio – 29 de novembro

– Potássio (cloreto)

– Potássio (citrato)

– Potássio (aminoácido complexado)

– Suplementação de potássio x pressão arterial

– Selênio – 05 de dezembro

– Aminoácido complexado

– Selenometionina

– Suplementação de Se x declínio cognitivo

– Silício – 12 de dezembro

– Ácido ortosilícico

– Silício orgânico

– Suplementação na saúde óssea e estética


Módulo 5: Formulação magistral: formulando o suplemento? – 19 de dezembro

– Como fazer a prescrição para o paciente – passo a passo e exemplos de prescrição

– Vitaminas lipossolúveis: como prescrever para que não haja interação negativa entre elas?

– Estratégias possíveis de suplementação

– Quais vitaminas e minerais podem ser associados na mesma cápsula e quais não?

– Exemplos de formulações completas com custo, diferentes cápsulas e horários de suplementação


Assista aqui a um vídeo explicativo sobre o curso


INVESTIMENTO: R$ 380,00

CLIQUE AQUI E SE INSCREVA

Este curso já começou, mas você pode fazer parte desta turma. A partir do momento do cadastro você tem acesso a todas as aulas que já foram liberadas e pode acompanhar a liberação das novas aulas. Todo o conteúdo do curso estará disponível até dezembro de 2020.


Veja todos os cursos


Interpretação de exames laboratoriais relacionados ao estado nutricional e conduta clínica

Veja mais

Como manipular um suplemento nutricional?

Inscrições Abertas

Cálculo de dietas e adequação de macronutrientes

Veja mais

Bioquímica aplicada à nutrição esportiva

Veja mais

Bioquímica aplicada à nutrição clínica

Veja mais



contato@danielaseixas.com.br
(11) 98327-5888 (WhatsApp)


2018 - Daniela Seixas - Nutrição Esportiva

web by SiteCommerce.net